Ganhe R$ 30,00 de desconto na sua Primera Compra acima de R$ 300,00 usando o cupom BEMVINDOACASA!
Nossos
Contatos

WhatsApp: (21) 98410-5867

WhatsApp: (21) 99901-9959

E-mail: atendimento@casadoesteticista.com.br

Horário de Atendimento
9:30hrs ás 18:00hrs de segunda-feira à sexta-feira. 9:30hrs ás 13:30hrs sábados.

Fale Conosco

0
11/01/2022

Qual a diferença entre o Ultrassom Micro e Macrofocado?

Ultrassom Microfocado e Macrofocado, seus conceitos e benefícios.

O Ultrassom Focalizado de alta intensidade ou HIFU – High Intensity Focused Ultrassound é uma técnica que utiliza alta potência e focalização de onda permitindo mais energia e mais interação com o tecido.

Essas ondas sonoras são concentradas em um ponto específico, sem dispersão descontrolada de energia, provocando microzonas de coagulação térmica, que variam de 65° a 75° graus e atinge desde a camada mais superficial da pele até aquelas mais profundas.

A energia focalizada é entregue ao tecido em forma de disparos. Cada disparo promove contração tecidual de forma não-cirúrgica e não-invasiva, e assim gera a contração imediata do colágeno, e logo inicia o processo de síntese de colágeno novo, enquanto o tecido retrai e fica mais firme. A epiderme não sofre danos, por isso não há restrições no que se refere à exposição solar e a rotina de trabalho.

O Ultrassom Focalizado de Alta Intensidade é comumente dividido em Ultrassom Microfocado ou Ultrassom Macrofocado: O Ultrassom Microfocado trata de pequenas áreas, como rosto e pescoço.  Já o Macrofocado, é usado em grandes áreas, como joelhos, abdômen e braços. Também é utilizado em áreas que possuem pequena concentração de gordura, como nas papadas, pois neutraliza a gordura local.

Os equipamentos mais modernos utilizam-se de diferentes cartuchos ou ponteiras que fazem com que sejam atingidas diferentes profundidades e tipos de tecido.

Microfocado

O HIFU microfocado é mais superficial e trata de pequenas áreas, como rosto e pescoço. É um tratamento estético indicado para quem busca rejuvenescimento ou reduzir a flacidez facial. 

Em cada disparo são criados micropontos de coagulação individual em várias camadas da pele até a fáscia muscular. Os micropontos estimulam a produção de elastina e colágeno de forma prolongada, nutrindo e fortalecendo a pele de dentro para fora.

A ponteira mais profunda do HIFU microfocado atinge o Sistema músculo-aponeurótico Superficial da Face e Pescoço (SMAS), que ajuda na sustentação. Com a contração do SMAS é produzido o efeito lifting imediato, que evolui ao longo do tempo e tem até 6 meses de efeitos fisiológicos. Esse procedimento foi criado com o intuito de ser um lifting sem cirurgia e não invasivo.

Ponteiras Microfocadas

Na foto abaixo, podemos verificar um gráfico comparativo com as principais diferenças entre HIFU Microfocado e Radiofrequência em relação a temperatura, profundidade e precisão em relação a área de deposição de energia. Podemos ver que com HIFU podem ser alcançadas maiores temperaturas no ponto focal, maior precisão e profundidade. 

Macrofocado

O HIFU macrofocado é indicado para áreas maiores como corpo por exemplo. O disparo alcança estruturas mais profundas como SMAS e tecido adiposo. 

Os transdutores macrofocalizados são indicados principalmente para as áreas corporais.  Estes transdutores são projetados para alcançar profundidades maiores, por exemplo 8mm e 13mm. 

Principais indicações: 

  • Rejuvenescimento da pele; 
  • Redução de flacidez cutânea (melhora tônus e elasticidade); 
  • Redução do tecido adiposo

Como o Ultrassom age na gordura localizada?

Ao emitirem grande quantidade de energia através das ondas sonoras, os ultrassom macrofocado provoca uma forte cavitação associada que como resultado, as microbolhas de gás presentes nos líquidos e tecidos orgânicos têm sua pressão alterada, de forma a aumentar sua dimensão e quando chegam no limite, essas microbolhas explodem. Esse processo danifica também as membranas das células de gordura, que não são capazes de resistir à vibração e nem às altas temperaturas alcançadas durante esse processo.

Ao se romper, o conteúdo das células de gordura (composto principalmente por triglicerídeos) “quebra-se”, passando para ácidos graxos e gliceróis (processo conhecido como lipólise) e sendo liberado no espaço intersticial, onde podem ser transportados para o fígado ou serem oxidados nos tecidos que precisam de energia. Com esse processo, há uma redução no número de células na área, causada pela destruição do tecido adiposo e tendo, como consequência, uma redução na gordura localizada.

Ao usar esta loja virtual, vocé aceita automaticamente o uso de Cookies. Acesse nossa Política de Privacidade.